Emagrecer andando de bicicleta

08/08/2012

 

Todo mundo está cansado de saber que pedalar traz inúmeros benefícios para ficar em forma, sendo a principal a perda calórica. Em quarenta minutos de passeio de bicicleta é possível queimar cerca de 300 calorias, dois meses de exercícios aumenta cerca de 25% a força das pernas, trabalha os músculos do abdômen e dos membros inferiores, em especial quadríceps, glúteos, panturrilha e a parte inferior das costas.

A atividade também melhora a função cardiovascular e faz com que seu organismo trabalhe melhor, sem prejudicá-lo e contribui para regularizar os níveis de pressão arterial, colesterol e triglicérides. Estimula, também, a musculatura intercostal, que é considerada acessória na respiração. Pedalando seus joelhos não sofrem impacto, além disso, a musculatura do quadríceps posteriores da coxa e os glúteos são fortalecidos. O exercício físico de pedalar estimula o sistema imunológico e aumenta o número de glóbulos brancos, ajudando o organismo a defender-se de vírus e bactérias.

Outros efeitos benéficos de andar de bicicleta para o organismo, além da melhora e prevenções dos problemas cardíacos podem ser ressaltadas, como a redução da gordura corporal, contribuindo para a manutenção do peso ideal, a melhoria da função respiratória, redução dos níveis sangüíneos de colesterol e triglicérides (Pedalar reduz o mau colesterol, com isso levando, até uma diminuição do risco de infarto) a redução da ansiedade, regularização do sono e conseqüentemente, um melhor desempenho intelectual e maior equilíbrio emocional.

Anúncios

Faça parte do “UCS – Loucos por Bike”!

30/05/2012

Os corretores de seguros da UCS usam a Bike para obter qualidade de vida, emagrecer, ganhar resistência ou simplesmente se movimentar. Esses são alguns dos principais objetivos das pedaladas de Bike coordenadas pela UCS.

Todos os domingos a partir das 8h30 da manhã, corretores e amigos dos mais variados biótipos e idades se reúnem para participar das atividades direcionadas com a Bike na ciclofaixa; sempre respeitando os limites de cada um.

O passeio é muito divertido e os resultados são visíveis!

Se você gosta de pedalar, não perca tempo e participe do grupo “Loucos por Bike” para partilhar conosco de momentos de felicidade e descontração, sem esquecer dos benefícios trazidos à sua saúde.

(Não tem custo nenhum e não é necessário ser associado à UCS).

 

Vamos Juntos!!!

 

Luiz Morales (Presidência UCS)


Dicas gerais – Bike

09/05/2012

Como preparar um passeio

Qualquer passeio, por mais belo que possa ser as paisagens percorridas ou por mais excitante que possa ser o trajeto, perde muito do seu interesse e brilho se as avarias mecânicas ou a fadiga se interessarem por nós. Acordar de manhã, olhar o céu e partir de improviso para longe, para fazer um passeio solitário, pode ser excitante e espontâneo, mas acabar sozinho, no meio de uma serra, a quarenta quilômetros do carro e a cem de casa, com a corrente quebrada e sem um saca-correntes, bem é o suficiente para qualquer um amaldiçoar a sua sorte e nunca mais esquecer da aborrecida preparação. Para evitar esta dolorosa aprendizagem, juntamos aqui alguns conselhos ditados pela experiência e bom senso, mas aos quais não damos, muitas vezes, a devida importância.

Preparação do Ciclista

Julgavam que era só subir na bicicleta e pedalar ? Bom, para os que se encontravam em melhor forma, talvez seja assim, mas com o estilo de vida geralmente sedentário a que as sociedades modernas convidam, o mais provável que os mais “preguiçosos” de entre nós se encontrem, no meio de um passeio algo difícil, com dificuldades em acompanhar os demais. E acreditem que ir para um passeio sofrer afasta as pessoas desta prática, desmotivando-as. Passeios de mountain bike devem ser sinônimos de prazer e deixarem entre nós a vontade de voltar. Como os passeios guiados não excedem, geralmente os trinta e cinco quilômetros, prepare-se esta distância como meta. Faça passeios semanais, aumentando gradualmente a distância percorrida até que se sinta capaz de cumprir de forma confortável, sem grande esforço. Em vez de tentar cumprir a distância em tempo rercorde, concentre-se antes em encontrar o “seu” ritmo de pedalada, aquele que permitirá percorrer o trajeto com o mínimo esforço. Vai ver que em breve você estará desbravando os mais diversos caminhos deste nosso belo país e até disputando competições.

Preparação da Bicicleta

Também nossa fiel montada necessita de algumas atenções antes da partida de um passeio ou competição. Deve ser feita uma vistoria, em busca de focos de problemas e indícios dos mesmos. Lubrificar a corrente, os cabos e ouras peças móveis que porventura disso necessitem, como cubos, o eixo do movimento central ou os eixos dos pedais, contribui para um melhor desempenho da bicicleta e um maior conforto do ciclista. Devem ser verificados também o aperto dos parafusos, a regulagem das mudanças de marchas e o estado dos freios e respectivas sapatas. Não esquecer os pneus e câmaras de ar. Executar estas tarefas na véspera da grande partida, assegura e antecipa uma pedalada sem problemas mecânico, logo mais agradável!

Excesso de Bagagem

A quantidade de ferramentas e bagagem que irá levar para um passeio vai depender , essencialmente, da duração do mesmo. O objetivo é conseguir um adequado grau de autonomia. Para passeios curtos, de apenas um dia, deve levar um pochete, por exemplo, com uma câmara de ar, remendos e cola, uma bomba e um saca corrente e uma ferramenta multi-uso conhecido também como “Magaiver”. Isto será o mínimo indispensável. A medida que a duração do passeio aumenta, também aumentará o número de ferramentas a transportar. Um pneu sobressalente, chave de raios, elos de ligação para as correntes serão elementos para uma pedalada de vários dias, por exemplo. Claro que se necessitar transportar barraca, saco de dormir, material de camping, e suas vestes, será melhor recorrer a um conjunto de bolsas próprias para transporte em bicicleta, que se prendem ao bagageiro (garupa) , chamado de alforje. Evite de pedalar com mochilas, pois estas além de incomodar tiram o equilíbrio e estabilidade do ciclista. Vigie o peso total e leve somente o indispensável. Sobretudo não descuide da segurança. Capacete, luvas e óculos de proteção são indispensáveis. Um bom protetor solar e barras energéticas podem contribuir para um conforto maior do ciclista. O que não deve deixar de levar é água, e quanto mais melhor. Duas caramanholas de água ou um reservatório dos de transportar às costas, conhecido como “Camel Back”, transportarão a água que deve levar a beber com freqüência, para prevenir uma eventual desidratação.


Saindo do sedentarismo pelo ciclismo

03/05/2012

 

O ciclismo continua sendo um sinónimo de aventura. Independente de torneios, campeonatos ou qualquer competição. É comum amigos com interesses afins reunirem-se para fazer longos ou curtos passeios de bicicleta, mesmo que seja no monte ou em estrada, ou até mesmo em locais mais inóspitos e selvagens, regado a muita amizade, solidariedade e divertimento. O praticante do ciclismo é chamado de ciclista.

Há outros tipos de ciclismo, entre eles, o estático. O ciclismo estático é a prática de ciclismo em bicicletas ergométricas ( iguais de academias/ginásio). Esse exercício é recomendado também para as pessoas que apresentaram lesões nos joelhos, quadris, coluna e aqueles que não podem caminhar. É aconselhável à grávidas, idosos com problemas de osteoporose e principalmente obesos.

História do Ciclismo:

O Ciclismo surgiu  a partir do ano de 1890. Depois do surgimento nasceram as grandes provas que ao decorrer os anos, tornaram-se clássicos. No ano de 1893, foi realizado o primeiro campeonato do mundo. Com provas de sprints e meio fundo. Esta prova foi produzida para os corredores amadores.

O ciclismo começou a fazer parte dos campeonatos olímpicos desde  a primeira edição dos jogos em Atenas. Quando os eventos ainda eram feitos apenas na pista.

Uma atividade praticada somente por homens, foi em Seul em 1988, as mulheres participaram pela primeira vez.

É preciso ter alguns cuidados físicos.

Alguns cuidados físicos para o ciclismo:

Se você pretende praticar ciclismo, como outra atividade qualquer, precisa estar ciente de alguns cuidados que é preciso ter. Acima de tudo, a sua saúde é o mais importante. Por isso, acompanhe essas dicas:

· Dê preferência ao andar de bike no período vespertino, ou quando já não houver aquele sol muito quente.

É extremamente importante que antes de iniciar qualquer atividade física, procure um médico para verificar se pode exercitar sem correr riscos de saúde.

· Use sempre um relógio, pois ele determinará a duração da sua atividade física.

· O aquecimento é importante. Devem fazer-se alongamentos durante 10 minutos antes e após a atividade física.

· Alimentar-se com uma fruta ou suco/sumo (não mais que 200 ml), 30 minutos antes, durante e logo após o exercício. Ingerir água filtrada somente em pequenas quantidades.

· Devemos dar preferência para caminhar, pedalar ou nadar em um só período. Ao término da atividade física devemos sentir-nos bem. A qualquer sinal de dores, cãibras, falta de ar, cansaço extremo, é recomendado que pare. Depois, é recomendável um contato com o médico. A corrida pode ser uma coisa nessesaria pra saude e para o corpo.

Por Marcelo Rudini